Eleições França - 2017

Balanço 1° turno – Eleição Presidencial Francesa

No domingo foi realizado o 1° turno da eleição presidencial francesa, conforme esperado e analisado no Drops Políticos #1 a disputa foi acirradíssima com os quatro principais candidatos separados por apenas 4,4% dos votos.

res

O segundo turno será disputado por Emmanuel Macron e Marine Le Pen, configurando uma enorme reviravolta no sistema político francês, já que pela primeira vez desde o inicio da V República (1958) as duas principais forças políticas do país não estarão no segundo turno, ou seja, a direita gaulista (Os Republicanos) e a centro-esquerda (Partido Socialista)

Ainda é cedo pra especular sobre o futuro dessas duas forças políticas, o candidato Fillon (Os Republicanos) ficou a apenas 1,3% da segunda colocada Marine Le Pen (Frente Nacional), talvez se a candidatura que foi abalada com denúncias de corrupção em janeiro, tivesse sido trocada por Allain Juppé no inicio de fevereiro, muito provavelmete os gaulistas teriam assegurado a passagem pro segundo turno.

Em relação ao Partido Socialista cabe observar a movimentação dos setores moderados, que já no primeiro turno estavam alinhados com a candidatura de Macron (Em Marcha!), resta saber se vai haver um reacomodação interna ou se parte significativa do partido embarcará de vez no projeto político de Macron, o que permitiria uma reconstrução do partido à esquerda, com provável aproximação em relação a França Insubmissa (PG, PCF e M6R), em inúmero distritos já existe essa aproximação.

De todo modo, muito do que pode acontecer no sistema partidário francês está condicionado ao resultado das eleições legislativas, gaulistas e socialistas ainda podem manter um peso considerável no parlamento, sendo indispensáveis para a governabilidade do próximo presidente francês.

Já para Jean Luc Mélenchon e sua França Insubmissa, ainda que o resultado pudesse ter sido melhor (o segundo turno não veio por 1,7% dos votos, alguns deslizes da campanha na última semana e os diversos ataques não permitiu que se atingisse o objetivo), a candidatura pode ser considerada vitoriosa, pois ao longo da campanha se transformou em fenômeno de massa e certamente será um polo importante na política francesa no próximo período e também ator importante na reconstrução da esquerda europeia juntamente com o Podemos (Espanha) e outros partidos que crescem a partir da derrocada da socialdemocracia no continente.

O segundo turno será disputado pela ultra-direitista Marine Le Pen e pelo centrista Emmanuel Macron, desde já a vitória da ultra direita é bem improvável e quase impossível. Le Pen que chegou a ter 27% nas pesquisas, viu seu apoio diminuir significativamente a ponto de correr o risco de não ir ao segundo turno, Macron por outro lado manteve-se estável por um bom tempo nos 24%, que acabou sendo sua votação na eleição, paradoxalmente para um candidato “independente” reuniu o apoio de grande parte do establishment político e econômico. E já nas primeiras horas após o anuncio dos resultados recebeu o apoio de diversas lideranças dos partidos derrotados.

Emmanuel Macron deve vencer a eleição com 65% a 70% dos votos, resta saber como governará, já que o seu movimento Em Marcha! a priori não deve eleger uma bancada expressiva no parlamento, possivelmente terá que governar em coalizão com setores dos Republicanos e do PS (ou mesmo deslocando esses setores para seu movimento político) , seu caráter “centrista” deve facilitar esta tarefa, no entanto se por algum motivo não obter sucesso, seu governo promete ser um dos mais instáveis politicamente dos últimos tempos na França.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s