Eleições 2012 · Itapecerica da Serra

Sobre as eleições em Itapecerica da Serra – 2012

Há 20 anos PMDB e PSDB dominam a política eleitoral de Itapecerica da Serra, nesses 20 anos, foram 3 mandatos do PMDB (Hélio Rubens/Mané do Pilão, 1993-1996 e Jorge Costa nos últimos 8 anos) e 2 do PSDB (Lacir Baldusco entre 1997 e 2004). Nos últimos 16 anos esses partidos polarizaram as eleições para prefeito, com duas vitórias para cada agremiação.

Surpreendentemente para muitos nessas eleições os dois partidos se aliaram em torno da chapa Chuvisco (PMDB) e Regina Corsini (PSDB), os motivos dessa aliança de forma primordial é meramente um calculo pragmático (há fatores secundários, como o desgaste do principal nome dos tucanos em Itapecerica da Serra), pois a aliança entre as duas principais forças políticas da cidade, a principio asseguraria uma eleição fácil, acomodando na máquina administrativa os velhos adversários e agora neoaliados e impedindo o fortalecimento de forças emergentes. NoImagem entanto, a dinâmica pré-eleitoral foi conturbada e o atual prefeito ameaçou romper com a chapa Chuvisco/Regina e apoiar outra candidatura, o que colocaria essa chapa em apuros, pois mesmo que o prefeito seja mal avaliado no momento, a máquina administrativa em cidades como Itapecerica da Serra costuma decidir eleições em uma intensidade acima do habitual.

No campo emergente (prefiro usar esse termo, pois é impossível falar de oposição em Itapecerica da Serra), apresentaram-se duas candidaturas, a de Erlon Chaves do PDT com apoio do DEM e do PSB e a de Zé Maria pelo PT com apoio do PC do B e do PTB do atual vice-prefeito, Antônio Trolesi.

Em Itapecerica nunca houve um governo popular, e justamente nessa eleição a conjuntura era propicia para uma candidatura que rompesse com as oligarquias que desde sempre governam a cidade. É notável que as lideranças do PDT e do PT não tenham notado o momento histórico que vivíamos, infelizmente egos e rixa antiga mostraram-se mais fortes do que a construção um projeto popular que disputasse de fato os rumos da cidade, retirando a cidade do atraso político em que vive. Não há pesquisas confiáveis na cidade, mas é muito provável que a soma dos índices dos candidatos Erlon e Zé Maria seja maior que os números alcançados por Chuvisco.

A candidatura Chuvisco é claramente frágil no principal colégio eleitoral da cidade (Parque Paraíso), somando-se a isso, a má avaliação da atual gestão, a produção pouco eficiente do candidato nos 16 anos de mandato na câmara de vereadores e o desgaste do PSDB por ser oposição ao governo federal que é bem avaliado no município, formariam o caldo de cultura necessário para a derrota da chapa PMDB/PSDB. A campanha de Chuvisco não tem rumo e programa definido, carece de organização estratégica e representa pouca novidade, suas principais propostas são a reciclagem das promessas não cumpridas por Jorge Costa.

Infelizmente o limite das candidaturas Erlon Chaves e Zé Maria são visiveis, sobretudo porque divide o eleitorado insatisfeito com o status quo municipal, garantindo assim a vitória do PMDB/PSDB e certamente 8 anos de governo para Chuvisco.

Por Marcio Moraes.

Anúncios

Um comentário em “Sobre as eleições em Itapecerica da Serra – 2012

  1. desgastes dos principais nomes? estão todos impugnados pela justiça eleitoral,por suas contas nos seus respectivos governos ;até mesmo jorge costa que acabou de sair não volta mais !! chuvisco nada mais é do que uma vaquinha de presépio das velhas raposas que durante 20 anos foram rivais hoje aliados…parabéns o povo merece o governo que tem………

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s