Sindicalismo

Breves palavras sobre Cleodon Silva e a OSM-SP

Uma das figuras centrais da Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo (OSM-SP), o Cleodon Silva, faleceu no dia 7 de junho, uma perda e tanto pro sindicalismo e pra todos os lutadores sociais que assim como o Silva, sonharam com um mundo mais justo, onde a solidariedade e o coletivo sobrepujasse os interesses mesquinhos do individualismo e da barbárie do capitalismo que reduz as relações humanas à fluidez e a banalidade dos interesses do mercado.

Tive a oportunidade de conversar com o Silva, brevemente, cerca de três vezes, fiquei impressionado com sua calma, a fala pausada, o jeito simples de ser, poucos imaginariam que aquela pessoa com voz tão serena, tenha desafiado os militares, patrões e o sindicalismo pelego na década de 1970 e 1980.

Cabe destacar a importância da OSM-SP, uma das fontes constitutivas da Central Única dos Trabalhadores (CUT), juntamente com o sindicalismo do ABC, em que pese as diferenças latentes entre as duas vertentes. Na OSM-SP se organizaram diversas correntes da esquerda brasileira, refratárias a linha dos PCs – militantes da POLOP, Democracia Socialista, Convergência Socialista, Libelu, posadistas e diversos outros grupos, além da importante contribuição dos militantes advindos dos setores progressistas da igreja católica sob o norte da Teologia da Libertação desenvolvida à partir do pensamento de José Comblin, Gustavo Gutierrez, Leonardo Boff entre outros –  conhecer a história da OSM-SP que surge na resistência à ditadura militar e contra a estrutura sindical atrelada ao Estado e aos patrões, nos permite entender a linha política das diversas vertentes do sindicalismo brasileiro nas décadas de 60, 70 e 80 do século XX, além de nos propiciar uma melhor compreensão do comportamento político de diversas organizações políticas dos dias atuais, começamos a perceber que certas práticas permanecem até hoje, tanto em setores referenciados na CUT e no PT, seja naqueles que tem como referência a tradição da III Internacional (PCdoB, PCB e MR-8/PPL).

Uma boa alternativa para conhecer um pouco da história da Oposição é o livro Confronto Operário de Maria Rosângela Batistoni (para baixar o livro, clique na imagem da capa logo acima ou para conhecer um pouco mais sobre a Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo visite o sítio do Projeto Memória da OSM-SP do IIEP), tive a oportunidade de dar uma pequena contribuição neste livro, fato que me permitiu conhecer mais a história da OSM-SP, e dos seus principais personagens. Uma história de muita luta, de debate político qualificado e de construção de uma visão ímpar do sindicalismo brasileiro. Conviver um pouco com essas pessoas é uma grande experiência pra militância e para a vida, até me imagino com a linda camisa vermelha da chapa 2  (um dia quero ter uma réplica dela), que foi utilizada  pelo Luis Carlos Prestes quando este apoiou a oposição, rompendo e denunciando a traição do comitê central do PCB que se aliará com os pelegos capitaneados pelo Joaquinzão.

Voltando ao camarada Silva, antes de falecer estava dedicando-se a formação dos jovens da Casa dos Meninos, portanto é muito provável que o seu legado de militância aguerrida e coerente continue a permear a ação de diversos lutadores sociais na Zona Sul da cidade de São Paulo e no Brasil.

Abaixo posto um vídeo muito interessante, produzido pelo Projeto Memória da Oposição Sindical Metalúrgica de São Paulo, onde o Silva conta algumas passagens de sua militância e um pouco do seu pensamento político.

Camarada Silva, PRESENTE!

Anúncios

Um comentário em “Breves palavras sobre Cleodon Silva e a OSM-SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s